11 maio 2011

O Google e seus Doodles

Doodle de 11 de maio de 2011 - 7º Aniversário de Martha Graham

Os sistemas de monitoramento de acessos dos websites gerenciados pela Pipa apontam o Google como a maior fonte de tráfego. Fazendo uma consulta básica com desenvolvedores parceiros podemos constatar o mesmo cenário.

Conheço pessoas que, mesmo sabendo de cor a url de um determinado website, preferem digitar alguma expressão (“Pipa Comunicação”, por exemplo) na caixa de buscas disponível no navegador e fazer uma ponte para acessar o referido website. A maioria dessas caixas de busca é configurada para o uso com Google.

É por conta dessas questões que a página de entrada de muitos navegadores também está configurada para exibir a página inicial do Google. Sabendo disso, a empresa – que é a maior em tecnologia digital do mundo – tem uma série de práticas de marketing com foco no usuário. Uma ação em especial são os Doodles da página inicial.

Mas o que são Doodles?

Doodles são aqueles desenhos, no estilo de esboços ou rascunhos, que uma pessoa cria quando está distraída ou ocupada. Acompanhava muitos amigos que criavam verdadeiras séries artísticas durante as muitas reuniões das quais participávamos.

Em 1999, o Google apostou na idéia de mudar visualmente o logotipo de sua página inicial. A iniciativa surgiu a partir de uma brincadeira em que Larry Page e Sergey Brin, fundadores do Google, rabiscavam idéias sobre o logotipo da empresa para apresentação durante um festival.

Primeiro Doodle - 1999

Um desenho simples de uma pessoa foi colocado atrás da segunda letra “o” da palavra Google numa forma bem-humorada de dizer aos usuários que os fundadores haviam “saído do escritório”. A iniciativa foi tão bem recebida pelo público que a demanda cresceu e hoje os doodles marcam uma grande variedade de eventos em nível regional ou global. É o caso dos desenhos criados para as Olimpíadas ou, no Brasil, para o aniversário de Monteiro Lobato.

18 de abril de 2011 - 129º Aniversário de Monteiro Lobato (Brasil)

14 de agosto de 2008 - Beijing Olympic Games - Basketball - (Global)

Assim, os doodles se tornaram um acontecimento regular na página inicial do Google. A criação é responsabilidade de uma equipe específica de designers que já criou mais de 300 doodles para o site www.google.com, nos Estados Unidos, e mais de 700 para o resto do mundo.

A empresa garante que “divertir-se com o logotipo corporativo e redesenhá-lo de tempos em tempos é impensável em muitas empresas – mas, no Google, isso faz parte da marca”. Segundo seus desenvolvedores um doodle é, antes de tudo, uma maneira divertida da empresa reconhecer eventos e pessoas notáveis, além de evidenciar a personalidade criativa e inovadora da própria companhia.

Para por em prática este conceito de marketing próprio, equipes do Google se reúnem regularmente para decidir quais eventos e feriados terão doodles. As ideias vêm de várias fontes, como os Googlers (funcionários e colaboradores da companhia) e o próprio público. A partir dessas idéias é feita uma seleção que segue critérios baseados na personalidade do Google enquanto empresa.

Segundo os desenvolvedores “ninguém esperava que eles se tornassem tão populares ou tão abrangentes. Hoje em dia, muitas pessoas aguardam ansiosamente o lançamento de cada novo doodle e alguns até os colecionam!”, é o que diz o texto explicativo disponível no webiste da empresa.

O sucesso deste case já gerou desdobramentos. Podemos destacar aqui os Doodles animados e o concurso que selecionou desenhos criados por crianças brasileiras. A vencedora, Maria Luiza Carneiro de Faria, teve seu desenho exposto no dia 16 de Fevereiro de 2011 na página inicial do Google Brasil.

Doodle da brasileira Maria Luiza Carneiro de Faria (Colégio Santo Inácio/RJ)

Veja a seguir o vídeo de apresentação da campanha no Brasil, produzido pelo Google, para o concurso sobre os Doodles.


Todos os doodles podem ser vistos no endereço www.google.com/logos.