13 setembro 2011

Documentário premiado vira material de apoio pedagógico


O documentário Um lugar ao sol do cineasta pernambucano Gabriel Mascaro acaba de conquistar mais um espaço premiado: as escolas.

A obra que aborda o universo dos moradores de coberturas de prédios das cidades de Recife, Rio de Janeiro e São Paulo, acaba de ganhar um versão educativa, composta por um DVD e uma cartilha. A publicação funciona como apoio pedagógico e foi desenvolvida para estimular e orientar discussões em salas de aula do ensino médio.

O documentário Um lugar ao sol é uma produção da Símio Filmes e oferece um rico debate sobre desejo, altura, status e poder, lançando um olhar provocador sobre a verticalização das cidades brasileiras.

A edição especial foi financiada pelo Cinereach e pela Fundarpe (Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco). O texto da cartilha é de autoria das arquitetas e urbanistas Clara Pássaro e Clara Moreira, sob coordenação de Rachel Ellis, produtora cultural e educadora.

O projeto pedagógico foi desenvolvido pelo coletivo GEMA (Grupo de Educação e Mudança Pela Arte), uma ONG com sede no Recife que tem como objetivo provocar mudanças sociais através de ações e intervenções educacionais, artísticas e culturais.

"O objetivo desta iniciativa é ampliar a utilização do documentário como ferramenta pedagógica, incentivando a transmissão de documentários em salas de aula", afirmam os idealizadores do projeto.

A cartilha que integra o material pedagógico está disponível para download no link http://gabrielmascaro.com/