24 maio 2012

Gifs para animar o mundo

Imagem da série Sparkler$ de Ryan Enn Hughes

Eu já havia falado sobre o revival dos gifs animados no post  Novos olhares sobre o formato Gif. No texto, eu fiz questão de mencionar como o formato de imagem, antes visto com certo preconceito, conquistou novos espaços graças às interpretações de novos artistas com destaque para a obra da fotógrafa Jamie Beck, autora do blog From Me To You. 

De lá pra cá vi muitos outros trabalhos impressionantes utilizando gifs animados. Alguns designers e fotógrafos produziram séries de imagens completamente baseadas no movimento cíclico (looping) que o formato proporciona. A criatividade aflorou e teve início a mistura de técnicas fotográficas associadas a novas leituras das cenas que passaram de estáticas para animadas, literalmente cheias de vida.

A animação ampliou o leque de possibilidades de interpretação, e o que temos agora são novas histórias, com texto não verbal mais longo e com outros significados. É o que vemos, por exemplo, no trabalho do americano Kevin Weir, que intervém em fotografias antigas, a maioria delas em preto e branco, acrescentando movimentos inesperados que dão continuidade à cena fotografada.

MOTHER JONES by Kevin Weir 

Outro exemplo são as imagens produzidas pelo canadense Ryan Enn Hughes, que produziu a série Sparkler$ com imagens animadas de pessoas pintando a cena com luz, o famoso efeito light painting da fotografia.

E o gif animado tem potencial para muito mais interpretações e muitos outros usos. Não demora muito e teremos à mão novos softwares e tecnologias para produzi-los de forma rápida, gerando arquivos mais leves e versáteis. Tudo é uma questão de demanda, e ela está aí batendo à porta!


http://www.ryanennhughes.com/gifs

http://www.ryanennhughes.com/gifs