09 julho 2012

Não me lave: arte sobre a sujeira dos carros

Foto: thestar.com

O pintor americano Scott Wade ganhou popularidade no estado do Texas, nos Estados Unidos, por desenvolver um tipo de arte bem curioso: pintura sobre poeira.

Não satisfeito em utilizar uma matéria-prima diferenciada, porém abundante em sua região, a sujeira, Scott decidiu iniciar sua arte usando como tela os vidros do seu automóvel e também os de sua esposa. 

O trabalho do pintor é rico em detalhes. Para compor as cenas o artista demora entre 40 minutos e 4 horas. Como ferramentas são usadas as mãos e pincéis que modelam a poeira sobre o vidro.

No portfólio do artista estão reproduções de obras como a Monalisa de Leonardo da Vinci e Girl with a Pearl Earring de Johan Vermeer.

Em 2006, Scott produziu um retrato do jogador Ronaldinho Gaúcho especialmente para uma reportagem feita para o programa Fantástico, da Rede Globo. Confesso que é o trabalho que menos gostei, mas também não ofusca em nada a beleza das outras "telas" do artista. As reproduções são extremamente fiéis e ricas em detalhes. Fiquei impressionada com os efeitos de iluminação construídos sobre a poeira.

É engraçado como tudo ao nosso redor pode se transformar em matéria-prima e, consequentemente, em arte. Quem nunca desenhou em vidros sujos de carro que atire a primeira pedra.






Com informações do blog DesignBoomhttp://www.designboom.com/