06 agosto 2012

Câmera FOCA Focamatic


A FOCA é uma marca francesa de câmeras fotográficas que produziu câmeras compactas, e também alguns modelos SLR, até 1965. Como diversas outras invenções técnicas — por exemplo, o computador  — a câmera foi desenhada como um projeto militar um pouco antes da Segunda Guerra Mundial.

Em julho, fomos presenteados com um belo exemplar de uma câmera FOCA: a Focamatic. A câmera pertenceu a avó de Sophie (cunhada e grande amiga) que a trouxe diretamente de Nancy, na França, para a coleção de câmeras da Pipa. Nem precisamos dizer que adoramos, não é?


A princípio, a câmera lembra um modelo SLR por sua estética e também pelo peso. Ela tem mais ou menos o mesmo peso de uma Zenit ou até um pouco mais. Quando começamos a mexer descobrimos uma série de características únicas e fascinantes.

A Focamatic é uma câmera 35mm do tipo Rangefinder, em português Telemétricas, semelhante a alguns modelos Leica e Contax, cuja diferença em relação as câmeras reflex está na medição de luz e no sistema de foco.


Na Focamatic não há ajuste manual de velocidade. Ao definir a ASA do filme a câmera ajusta a velocidade do obturador automaticamente. Há dois modos de exposição: o modo "pose" e o modo "flash". A câmera é equipada com objetiva Neoplar 45 mm, f = 1:2,8 e obturador de 1/30s a 1/250s. O diafragma pode ser automático ou manual com aberturas de 2,8 a 22.


O marcador de disparos fica no topo da câmera em área marcada por um belo tom de azul turquesa. Para rebobinar o filme, uma manivela metálica que fica embutida também no topo da câmera, próxima da sapata do flash. A alavanca de avanço do filme está localizada na parte posterior da câmera, assim como a maioria dos modelos existentes. O diferencial é o botão de disparo que não fica no topo e sim na parte frontal da máquina acoplado à lente. Para disparar, o fotógrafo empurra a alavanca para baixo acompanhando a curvatura da lente. Além de todos esses detalhes, a Focamatic vem em um belo estojo de couro que envolve e protege toda a máquina.

Eu poderia ficar horas descrevendo essa maravilha francesa.Vou deixar para falar mais quando a testarmos com filme.





Fotos: Karla Vidal