04 setembro 2012

DIY - Vaso Solitário


A gente vem falando há muito tempo sobre reciclagem e reaproveitamento. Nosso discurso sempre está ilustrado com exemplos que surgem a partir de bons projetos desenvolvidos por designers e artesãos de todo o mundo, e que a gente faz questão de divulgar aqui no Blog da Pipa.

Mas, até então, temos mostrado pouco as iniciativas que a gente põe em prática no dia a dia do escritório. Acredito que também vale a pena trazer algumas das nossas ideias aqui para o blog e ensinar aos nossos leitores como fazer.

Tudo o que a gente faz é sempre muito simples. No entanto, simplicidade não quer dizer falta de planejamento. Mesmo o projeto mais simples requer estudo e planejamento. Essa metodologia nós aplicamos em todos os projetos que desenvolvemos, do objeto de decoração do escritório até um website ou projeto gráfico para um livro.

E é pesquisando e observando nossos hábitos de consumo que volta e meia chegamos a uma boa ideia de reaproveitamento. A dupla de vasos solitários (que de solitários não têm nada porque vivem juntos) é um bom exemplo disso.

Garrafas são objetos que todo mundo tem. Essas que usamos são de vinho do tipo frisante. Não lembro a marca, até porque o que me chamou mais atenção foi a cápsula preta. Não podia jogar fora um objeto tão bonito. A partir daí foi só pensar em cores harmônicas e em uma decoração que de tão simples chega a ser engraçada.

Materiais



Separamos duas garrafas do frisante e lavamos bem para remover todo o resíduo do vinho. A lavagem precisa ser bem cuidadosa para não danificar a cápsula. Em seguida compramos, em um grande atacado da cidade, duas hastes de flores artificiais. Escolhemos gérberas vermelhas e amarelas. Para o ajuste final uma fita de cetim preta. Na onda do reaproveitamento utilizamos aquelas fitas que vem costuradas às roupas e são utilizadas para pendurá-las nos cabides. 

Processo



A fita foi usada só para unir o topo da haste que se divide em três. Além dessa função, a fita deu um ar mais sofisticado ao projeto, lembrando uma gravata borboleta.



Et voilà! Uma dupla de vasos que deixa qualquer cantinho mais alegre e mais charmoso.



Fotos: Karla Vidal