18 março 2013

Programação inovadora marca a terceira edição da Jornada EaD: o futuro da arte

Evento substitui palestra por talk show e debate como games, tablets e smartphones viram a sala de aula “de ponta a cabeça”



Por Clécio Vidal e Karla Vidal

700 mil telefones Android entram em circulação diariamente. Dois meses de upload no Youtube produzem conteúdo equivalente a 50 anos de televisão. Os cursos online começam a ser estendidos para públicos massivos. O crescente uso do itálico para destacar o empréstimo de termos estrangeiros é a marca mais sutil deste contexto, onde as fronteiras entre arte, tecnologia, divertimento e educação estão se reconfigurando fortemente. Para discutir esta nova geografia, pesquisadores de diferentes áreas estarão reunidos na III Jornada EaD: o futuro da arte, que acontece no próximo dia 6 de abril na Universidade Anhembi-Morumbi, São Paulo.

O evento não se resumirá à tradicional modalidade da palestra. Adotará o talk show como forma de socializar o conhecimento. A ideia é promover um cara a cara entre alguns dos maiores pesquisadores brasileiros em tecnologias aplicadas à educação, a exemplo de Lúcia Santaella (PUC-SP e USP), com mais de 30 anos de pesquisa na área de comunicação e semiótica, e João Mattar, um dos maiores especialistas brasileiros em agitação e articulação de redes sociais. Durante o talk show, será feito um retrospecto da carreira de Santaella, com provocações teóricas a respeito de seus principais conceitos como o de linguagem líquida e da possibilidade de, por meio das redes sociais, tornar a educação onipresente.

Mattar falará sobre os desafios para uma incorporação bem-sucedida dos games e das redes sociais nos ensinos fundamental, médio e superior, bem como no âmbito empresarial. Refletirá ainda sobre os procedimentos e implicações dos cursos online abertos para públicos massivos, fenômeno que começa a ganhar espaço no Brasil.

Figurando no Top 100 da Online Universities como uma das especialistas mundiais em tecnologia e considerada a 8ª professora mais influente do mundo no Twitter, a pesquisadora Martha Gabriel, autora do best seller Marketing na Era Digital, trará para o evento sua experiência em combinar marketing, design e Belas Artes. “Para dominar o marketing no ciberespaço, é preciso aprender não só a se comunicar com as pessoas, mas também a conversar com os computadores”, salienta. A fim de indicar maneiras de desenvolver esta conversa, Martha, palestrante internacional diversas vezes premiada, traz para a Jornada EaD palestra cujo foco são as estratégias de marketing digital para instituições de ensino, como redes sociais, mobile e busca.

Sala de aula virada de ponta a cabeça - Flipped classroom ou sala de aula invertida é uma nova proposta de aprendizagem que se apropria de ferramentas como os tablets e smartphones para subverter os limites entre casa e sala de aula, O pesquisador André Genesini, do Centro Universitário SENAC-SP, descreverá os principais aplicativos e metodologias usadas para inverter a sala de aula, integrando os tablets e smartphones ao currículo escolar. Genesini aponta caminhos para administrar, no circuito multimidiáitco, a problemática relação entre autoria, trabalho em grupo e a pesquisa colaborativa.

Durante a III Jornada, a professora Maria Elizabeth Bianconcini (PUC-SP) conduzirá um debate sobre os rumos do curso de Pedagogia a distância no Brasil, com base nos resultados de pesquisa da Fundação Victor Civita.

Na palestra Evolução do Design Instrucional e Desafios Futuros, a pesquisadora do Senai, Andrea Filatro, vai destacar a evolução dos conceitos, processos e produtos oriundos das práticas do Design Instrucional (DI). O termo Design Instrucional (DI) é um dos mais empregados nas discussões sobre educação a distância e diz respeito aos processos de planejamento, formatação e desenvolvimento de metodologias, materiais didáticos e atividades pedagógicas específicas para a EaD.

Contatos para a imprensa 
Prof. Dr. João Mattar 

SERVIÇO

III Jornada EaD: o futuro da arte 
Quando? 06 de abril de 2013 (sábado). 
Onde? Auditório da Universidade Anhembi Morumbi. Rua Casa do Ator, 275. Vila Olímpia. São Paulo. 
Horário? 08 às 18h.