06 outubro 2013

Conheça os vencedores do Prêmio Artes Digitais e Aplicativos Educacionais (2013)


Foi divulgada em 1º de outubro, a listagem geral dos projetos premiados na segunda edição do Prêmio Artes Digitais e Aplicativos Educacionais (Prêmio Hipertexto2013). A premiação é uma iniciativa promovida pelo Simpósio Hipertexto e Tecnologias na Educação e 1º Colóquio Internacional de Educação com Tecnologias.

Com o objetivo de incentivar a produção de arte digital e aplicativos educacionais o Prêmio Hipertexto2013 recebeu um total de 35 projetos, distribuídos nas categorias Arte Digital e Aplicativos Educacionais. As avaliações aconteceram durante o mês de setembro e contaram com a participação de pesquisadores e profissionais atuantes em diferentes áreas como Educação, Letras, Design e Comunicação. O time de avaliadores é composto pelos especialistas: Augusto Noronha, Benedito Bezerra, Carmi Ferraz Santos, Clecio dos Santos Bunzen Júnior, Flávia Mendes de Andrade e Peres, Karla Vidal, Maria do Carmo de Siqueira Nino, Maria do Rosário Ferraz Sailler, Marlon de Campos Mateus, Paulo Alexandre da Silva Filho, Roger Tavares, Talita Moretto e Ubirajara de Lucena.

Além de incentivar a produção, também é objetivo do Prêmio ampliar o alcance dos projetos. Nesta perspectiva os 10 melhores trabalhos farão parte da exposição Artes Digitais e Tecnologias Educacionais, montada no Centro de Convenções da UFPE, entre os dias 13 e 15 de novembro, durante o Simpósio Hipertexto. Na exposição os autores terão a oportunidade de apresentar seus projetos, além de terem o potencial de mercado observado pelo publico do evento: pesquisadores, profissionais e instituições ligadas diretamente ao setor de tecnologias aplicadas à educação.


Projetos em destaque


Xmile Learning, projeto submetido pela autora Juliana da Silva Uggioni (RJ), é uma plataforma multimídia de games narrativos interativos para crianças.


“O ambiente constitui um espaço de trocas para facilitação da aprendizagem que oferece conteúdo interdisciplinar e contextualizado, esteticamente atraente e pedagogicamente sólido. Também oferece a professores e gestores a oportunidade de criar experiências de aprendizado inovadoras e significativas”, afirmam os autores.

A plataforma obteve o melhor resultado nas avaliações sendo o primeiro lugar na categoria Aplicativo Educacional, além do primeiro lugar no ranking geral dos projetos.

Frankie for Kids, de Fernando Tadashi Tangi (SP), é chamado por seus autores de “Reconto Literário”. É um app book, uma experiência de leitura audiovisual interativa e bilíngue sobre Frankenstein, a clássica história da escritora Mary Shelley.


Desenvolvido exclusivamente para tablets e voltado para crianças a partir de 9 anos de idade, Frankie for Kids permite ao leitor mover objetos, acender e apagar luzes, olhar através de um buraco, fazer nevar, definir a rota de uma pequena embarcação, dar pulsação a um coração e viajar na leitura, ouvindo sons que divertem e surpreendem. Disponível para os sistemas iOS, Android e Blackberry, o app book obteve o primeiro lugar na categoria Arte Digital, e o segundo lugar no ranking geral dos projetos.

O projeto melhor avaliado em cada uma das categorias Arte Digital e Aplicativos Educacionais receberá uma premiação no valor de 1 mil reais (cada), oferecida pela organização do Simpósio Hipertexto.

Veja a seguir o Ranking Geral dos projetos:

1º lugar – Xmile Learning – plataforma multimídia – Juliana da Silva Uggioni (Rio de Janeiro/RJ)
2º lugar – Frankie for Kids – Fernando Tadashi Tangi (São Paulo/SP)
3º lugar – Sala - Leila Ribeiro e Washington Ribeiro (Brasília/DF)
4º lugar – Mapa Interativo - Yasmin de Freitas Nogueira (Cachoeira/BA)
5º lugar – História do Brasil - Elton Vinícius Silva (Serra/ES)
6º lugar – Pontes: Ferramenta On-line para aprendizagem colaborativa- Isabella Barbosa Silva (Brasília/DF)
7º lugar – Sticker Book: Under the Sea - Manoela Milena Oliveira da Silva (Recife/PE)
8º lugar – Aprendizagem com Mobilidade - Débora Nice Ferrari Barbosa (Novo Hamburgo/RS)
9º lugar – QuickLesson - Everton Asmé (Curitiba/PR)
10º lugar – Lactorun - Kátia Aparecida da Silva Aquino (Recife/PE)