02 julho 2015

5 projetos legais para apoiar no financiamento coletivo

Foto: +Karla Vidal 

Tenho bolado projetos criativos  que minha mãe chama de invenções  desde a infância. Meus pais sofreram um bocado com isso. Lembro muito bem do desespero da minha mãe quando eu decidi vender pacotes de goiaba na frente da casa da minha vó. Era um projeto muito simples. Juntei todos os saquinhos amarelos de redinha das compras da família, esperei as goiabas do pé que havia em casa crescerem e fiz pacotes com 4 para vender em um caixote de madeira na frente da casa da minha vó. Minha mãe ficou preocupada e toda sem jeito, mas minha vó achou o máximo. O resultado? Vendi as goiabas e comprei muitas canetinhas e papéis de carta.

Depois desse projeto não parei mais. A questão é que nem sempre você encontra apoio e investimento para suas ideias. E não me refiro tanto a verba, mas sim a apoio mesmo, incentivo psicológico. Você recebe muito mais "isso não vai dar certo" do que "vamos tocar". O importante aqui é você acreditar na sua ideia e não desistir por nada. Afinal, nem você, nem ninguém saberá se vai dar certo sem tentar. E esse "dar certo" é sempre muito relativo.

O estilo de vida que adotei pra mim desde o projeto das goiabas é o "vai lá e faz". Tem dado certo para as expectativas que construo. Elas sempre são muito modestas porque, no mesmo evento das goiabas, aprendi com a minha vó que o tamanho das expectativas é você que define. No caso das goiabas eram duas as expectativas traçadas: vender ou comer. O ponto crucial é não traçar expectativas gigantes que te causem frustração e nem se prender às expectativas dos outros. Essas últimas, em sua maioria, são completamente fora da realidade.

Houve um período na adolescência que prometi a mim mesma que quando eu estivesse ganhando meu próprio dinheiro iria investir em projetos legais. Se um dia eu conseguir ser rica, vou destinar parte da minha renda para financiar projetos em que acredito. Ainda não consegui ficar rica, mas já estou investindo em projetos legais graças à internet e seus sistemas de financiamento coletivo, o famoso Crowdfunding.

A parte mais maravilhosa desses sistemas é que você pode escolher os projetos por afinidade e doar aquilo que você pode. Grande parte dos projetos começa com cotas de 10 ou 20 reais. Um investimento super possível. De tempos em tempos visito sites como o Catarse e o Benfeitoria em busca de projetos que me tocam de alguma forma. O último projeto que recebeu meu apoio foi o HQ Pátria Armada de Klebs Júnior que recebi em casa e adorei!


Talvez existam mais pessoas pensando como eu, dispostas a ajudar iniciativas que não conseguiram apoio ou incentivo em outros espaços. Foi por isso que decidi trazer aqui pro Blog da Pipa cinco projetos que me tocaram e que vou ajudar. A seguir descrevo um pouco de cada um deles:


1- Projeto Incondicional 



Será um livro fotográfico que vai retratar a relação da cidade de São Paulo com os animais de rua, e ajudar instituições. Link: https://www.catarse.me/pt/incondicional

2- Curso de cinema Educando o Olhar 



O curso de cinema Educando o Olhar é um projeto de formação continuada realizado em escolas públicas estaduais de Fortaleza, organizado por graduados e pós-graduados em cinema. Link: https://www.catarse.me/pt/educandooolhar

3-  Zé



Um livro pra quem ama gatos e não sabe viver sem eles por perto. Link: https://www.catarse.me/pt/ze

4- Recicleta



Projeto para construção de uma recicladora móvel que irá transformar lixo em produto. Link: http://benfeitoria.com/recicleta

5- Coletivo Passarinha



"A bordo de uma kombi, Coletivo Passarinha sai a procura de não sei o quê que possa ser redescoberto no Brasil. Ao chegar nas comunidades, propomos oficinas indisciplinares e intervenções artísticas que questionam os moldes de saber a que estamos acostumadas e formatadas". Link: https://www.catarse.me/pt/coletivopassarinha


E aí? Deu vontade de apoiar?

*UPDATE*


Acabei de receber via Facebook mais uma causa que vale a pena ajudar. Infelizmente não é um projeto e sim uma demonstração de solidariedade. Trata-se de uma família que passou por um incêndio em casa. Filhos e marido estão salvos e bem, mas a mãe ainda está no hospital. Amigos estão se mobilizando para ajudar a família a se recuperar e reconstruir a casa. Segue link: https://www.sibite.com.br/campanhas/acao-entre-amigos