06 abril 2016

Resultado Final da chamada pública de capítulos da Série Professor Criativo



Quem acompanha a trajetória de projetos da +Pipa Comunicação sabe que em 2015 lançamos com o +Estúdio Abble de Aprendizagem  e o grupo Ciências Cognitivas e Tecnologia Educacional da Universidade Federal de Pernambuco a Chamada Pública de Capítulos para volume especial digital da Série Professor Criativo.

Em 15 de setembro de 2015 começamos a receber capítulos enviados por professores e pesquisadores de todo o país. A ideia era reunir 10 textos que apresentassem relatos de experiências, análises, pesquisas e quaisquer outros tipos de contribuição em prol da educação, relacionados diretamente a um dos temas previstos no edital. As contribuições deveriam ser submetidas de acordo com o critério específico de apresentar linguagem acessível, despertando em outros professores a vontade de aprender para replicar a experiência em suas práticas.

Por se tratar de uma primeira experiência, ficamos todos bastante surpresos quando encerramos a chamada em 30 de novembro contabilizando 36 contribuições de várias regiões do Brasil e uma de Portugal. Sim! A Série Professor Criativo cruzou o oceano e estimulou a contribuição dos pesquisadores portugueses. Que vitória!

Em dezembro de 2015 iniciamos a maratona de avaliações que contou com a participação dos professores Alex Sandro Gomes (Centro de Informática/UFPE), Taciana Pontual (Departamento de Informática/UFRPE), André Luís Alice Raabe (Departamento de Educação/Univali) e Ig Ibert Bittencourt Santana Pinto (Instituto de Computação/UFAL), que também assinarão a organização do volume. Gerenciada pelos editores executivos da Pipa, +Augusto Noronha e eu, essa etapa do processo de avaliação foi conduzida até meados de fevereiro.

Todo o processo seguiu a orientação de avaliação cega por pares. Nele os avaliadores receberam os textos, sem menção aos autores, e emitiram pareceres com informações detalhadas sobre a avaliação de cada texto. Em casos de discordância, um novo avaliador foi convidado a decidir emitindo novo parecer. Em 16 de fevereiro todos os pareceres estavam prontos e foram enviados aos autores. Assim, tanto os trabalhos aprovados como os não aprovados receberam o resultado da avaliação apontando os pontos positivos, negativos e as orientações de ajustes para o texto. Os autores que receberam orientações para ajustes tiveram até 18 de março para devolver o texto de acordo com as orientações.

Foto: +Karla Vidal 

Após 18 de março os textos foram reorganizados e os avaliadores foram novamente acionados para verificar as alterações sugeridas para reformulação dos mesmos. Depois de 15 dias em análise chegamos à etapa final que resultou na aprovação de 14 capítulos submetidos pelos 24 autores  listados com muita alegria a seguir:

APRENDIZAGEM COM DISPOSITIVOS MÓVEIS: REFLEXÕES EPISTEMOLÓGICAS E PRÁTICAS NO ENSINO DE MATEMÁTICA
Learcino dos Santos Luiz (UDESC), Ricardo Antunes de Sá (UFPR)

COMO USAR A CRIATIVIDADE PARA DESENVOLVER JOGOS PARA MELHORAR O APRENDIZADO DENTRO E FORA DA SALA DE AULA
Pedro Henrique Andrade de Santana (Unibratec), Amaro Virginio da Silva Neto (UFRPE)

CONTEXTUALIZAÇÃO E APLICAÇÕES DOS OBJETOS DE APRENDIZAGEM: UM CENÁRIO NAS CIÊNCIAS DA SAÚDE
Ângelo Jesus (P.PORTO), Maria João Gomes (Uminho)

HIPERLEITURA E LEITURAS: PENSANDO A FORMAÇÃO DE HIPERLEITORES
Ana Cláudia Munari Domingos (UNISC)

INCORPORANDO ASPECTOS DE GAMIFICAÇÃO NO ENSINO SOBRE HERANÇA EM PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS: UMA EXPERIÊNCIA NO ENSINO TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO
Janderson Jason Barbosa Aguiar (UFCG)

NORMA ESCRITA CULTA, PLACAS DE RUA E POCKET VÍDEOS: UMA EXPERIÊNCIA POSSÍVEL
Ynah de Souza Nascimento (UFPE) e (FMGR)

NOVAS ATIVIDADES DE COMPUTAÇÃO DESPLUGADA PARA PROMOÇÃO DE INTEGRAÇÃO CURRICULAR NA ESCOLA
Ecivaldo Matos (UFBA), Fernando Paiva (UFBA), Emilayne Corlett (UFBA)

O ENSINO DE SOCIOLOGIA BASEADO EM LIVROS DIDÁTICOS ABERTOS
Francisco Kelsen de Oliveira (UFPE) e (IF Sertão-PE), Melka Freitas Abreu (UFC)

O GÊNERO HISTÓRIA EM QUADRINHOS: DESPERTANDO O GOSTO PELA LEITURA
Gregory Augusto de Lima Laborde (UFRPE) e (FAFICA)

O JOGO EM FOCO: UMA DISCUSSÃO SOBRE OS GAMES E A APRENDIZAGEM
Carla Alexandre Barboza de Sousa (UFPE)

O SCRATCH COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA PARA O DESENVOLVIMENTO DO PENSAMENTO COMPUTACIONAL SOB A PERSPECTIVA DA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA
Fellipe Oliveira Ramos (IF Baiano) e Prefeitura Municipal de Amélia Rodrigues (BA), Lilian da Silva Teixeira(UNEB) e (IF Baiano)

O USO DE JOGOS DIGITAIS COMO OBJETOS DE APRENDIZAGEM NO ENSINO DA MATEMÁTICA: UMA PROPOSTA PARA AS ESCOLAS PÚBLICAS DO SEMIÁRIDO POTIGUAR
Katia Cilene da Silva (UFERSA), Mylani Nathalini Dantas Costa (UFERSA)

POSSIBILIDADES DE USO DE SOFTWARE EDUCACIONAL NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DO ALUNO SURDO
Rafaela Bohrz (UPF), Márcia de Borba Campos (PUCRS)

TECNOLOGIAS CONTEMPORÂNEAS COMO INSTRUMENTO AUXILIAR DA EDUCAÇÃO EM ARTES
Marina Vieira Gonçalves (IFBA), Luciene Teixeira Vieira Gonçalves (IFBA)

Isso mesmo! A decisão dos editores foi não excluir quatro contribuições que podem servir de inspiração para outros professores. Assim, damos os parabéns aos autores selecionados e informamos que estamos iniciando hoje a produção dessa iniciativa tão feliz que é volume especial da Série Professor Criativo. Muitas novidades ainda estão por vir! Sigamos para os próximos passos.